prev next

Um Curso em Milagres Capítulo 1 – II. Revelação, tempo e milagres

II. Revelação, tempo e milagres

1. A revelação induz a suspensão completa, porém temporária, da dúvida e do medo. Reflete a forma original de comunicação entre Deus e as Suas criações, envolvendo o sentido extremamente pessoal da criação às vezes buscado em relacionamentos físicos. A intimidade física não é capaz de consegui-la. Milagres, todavia, são genuinamente interpessoais e resultam em verdadeira intimidade com os outros. A revelação te une diretamente a Deus. Milagres te unem diretamente ao teu irmão. Nenhum dos dois emana da consciência, mas ambos são lá experimentados. A consciência é o estado que induz à ação, embora não a inspire. Tu és livre para acreditar no que escolheres, e o que fazes atesta o que acreditas.

2. A revelação e intensamente pessoal e não pode ser traduzida de forma significativa. E por isso que qualquer tentativa de descrevê-la com palavras é impossível. A revelação só induz a experiência. Milagres, por outro lado, induzem à ação. Eles são mais úteis agora devido a sua natureza interpessoal. Nessa fase do aprendizado é importante trabalhar com milagres porque a libertação do medo não pode ser imposta a ti. A revelação é literalmente indizível porque é uma experiência de amor indizível.

3. A reverência deve ser reservada para a revelação, a qual pode ser aplicada correta e perfeitamente. Ela não é apropriada para milagres porque o estado de reverência é pleno de adoração, implicando que alguém de ordem menor se encontra diante do seu Criador. Tu es uma criação perfeita e deves experimentar reverência somente na presença do Criador da perfeição. O milagre é, portanto, um sinal de amor entre iguais. Iguais não devem se reverenciar um ao outro, pois a reverência implica desigualdade. É, portanto, uma reação inadequada a mim. Um irmão mais velho tem direito ao respeito por sua maior experiência e a obediência por sua maior sabedoria. Ele também tem direito ao amor, porque é um irmão e a devoção, se é devotado. E somente a minha devoção que me dá direito a tua. Não há nada em mim que tu não possas atingir. Eu nada tenho que não venha de Deus. A diferença entre nós agora e que eu não tenho nada mais. Isso me deixa em um estado que em ti e apenas potencial.

4. “Ninguém vem ao Pai senão por mim” não significa que eu seja de qualquer modo separado ou diferente de ti exceto no tempo, e o tempo realmente não existe. A declaração é mais significativa em termos de um eixo vertical do que horizontal. Tu estás abaixo de mim e eu estou abaixo de Deus. No processo de “subida”, eu estou mais acima, porque sem mim a distância entre Deus e o homem seria grande demais para abrangeres. Eu faço a ponte sobre essa distância como teu irmão mais velho de um lado e como um Filho de Deus do outro. Minha devoção aos meus irmãos me pôs a cargo da Filiação, que eu torno completa porque compartilho. isso pode parecer contradizer a declaração “Eu e meu Pai somos um”, mas há dois lados nesta declaração em reconhecimento de que o Pai é major.

5. As revelações são indiretamente inspiradas por mim porque estou perto do Espírito Santo e alerta à prontidão-para-revelação dos meus irmãos. Assim eu posso trazer para eles mais do que eles podem atrair para si mesmos. O Espírito Santo medeia a comunicação superior para a inferior, mantendo o canal direto de Deus para ti aberto para a revelação. A revelação não é recíproca. Procede de Deus para ti mas não de ti para Deus.

6. O milagre minimiza a necessidade de tempo. No plano longitudinal ou horizontal, o reconhecimento da igualdade dos membros da Filiação parece envolver um tempo quase sem fim. Contudo, o milagre acarreta uma passagem repentina da percepção horizontal para a vertical. Isto introduz um intervalo do qual ambos, tanto o doador como quem recebe, emergem mais adiante no tempo do que teriam estado de outra forma. O milagre tem então a propriedade única de abolir o tempo, na medida em que torna desnecessário o intervalo de tempo que atravessa. Não há relação entre o tempo que leva um milagre e o tempo que ele cobre. O milagre substitui um aprendizado que poderia ter levado milhares de anos. Faz isso através do reconhecimento subjacente da perfeita igualdade entre quem dá e quem recebe na qual o milagre se baseia. O milagre encurta o tempo, colapsando-o, assim eliminando certos intervalos dentro dele. Faz isso, porém, dentro de uma seqüência temporal mais ampla.

 

Comentários

  1. Juscelino da Silva disse:

    Parabéns pelo belo site, encontrei hoje, estou amando essas mantras, se não for pedir demais, como faço pra adequirir as mesmas. Ficarei muito agradescido, vcs estão de parabéns…

Deixe um comentário

Current month ye@r day *

Busca

    

Rádio Xamânica

GRUPO I.X.Morada do Sol

Grupos do Google
Inscreva-se em nosso grupo para receber convites via e-mail
E-mail:
Visitar este grupo

Localização

Espaço Xamânico Monte Líbano

Estrada Araraquara/Jaú, km. 88 + 100 metros

Ver mapa

Contatos


Contato via email:
institutoxamanicomoradadosol@gmail.com
pscastanha@gmail.com

Via telefone:
Paulo Castanha
(16) 99731-8192 (Vivo)
(16) 98227-3729 (Tim)

Local dos Trabalhos:
Fazenda Monte Líbano
Estrada Araraquara/Jaú, km. 88 + 100 metros
 
Somos um grupo independente de todas as linhas ayahuasqueiras, devidamente constituído de acordo com a legislação brasileira, resguardado no direito e dever de levar a bebida Ayahuasca, livre de drogas e de comércio, à todos que procuram despertar para uma condição harmônica com si mesmos e com seus semelhantes.